Colômbia se torna boa opção para viagens

A Colômbia, na América do Sul, passa por uma grande transformação econômica e social, atraíndo turistas de todo o mundo. 

Atualmente os shoppings, outlets e a badalação geral - estão tornando as terras colombianas - um mar de turistas, especialmente brasileiros.

A capital da nação, Bogotá possui suas atrações divididas. Os outlets se localizam especialmente na Avenida Las Américas - com grifes nacionais e outras famosas, como a Diesel, Nike e Tommy Hilfiger.

Na denominada zona rosa - estão os shoppings Andino, El Retiro e Atlantis Plaza - com preços pelo menos 50% abaixo do mercado brasileiro. 

O Centro de Bogotá é repleto de lojas com produtos típicos do país e souvenires, para todos lembrarem da viagem com alegria e saudade.

Já a badalada Cartagena, em sua zona hoteleira, possui muitos bares, restaurantes, cafés, joalherias e lojas como Lacoste, Versace e Benetton. 

Os principais centros comerciais de Cartagena, são os shoppings Bocagrande, Paseo de la Castellana, Ronda Real e Getsemaní.

A ilha de San Andrés também possui seus atrativos. Além da beleza natural, a região é uma área de livre comércio, com importações diretas, onde os impostos não são taxados.

Atlantis Plaza (Fotos: Divulgação)
Cartagena
San Andres
Esmeralda colombiana (Foto: Gladstone Campos)

Queijos A Vaca que Ri

A Bel, tradicional marca francesa, acredita no mercado brasileiro e investe cada vez mais em sua linha de produtos. 

A grande vedete é o queijinho A Vaca que Ri, que é comercializado nos bons supermercados, em embalagens de oito unidades, com valor médio de R$7.

Cada unidade possui 20 gramas e são extremamente cremosas. O consumo pode ser puro ou com pães e torradas. 

A Bel é a terceira maior fabricante de queijos do mundo, presente em 45 países do mundo e líder de vendas em 25 deles. 


Fotos: Divulgação

Pet Center Marginal deve abrir cinco novas lojas no primeiro semestre


A rede Pet Center Marginal, que disponibiliza milhares de produtos para gatos, cães e outros animais, continua seu plano de expansão, e até o fim de junho, deve contar com mais cinco novas lojas.

A primeira será inaugurada em fevereiro, na Avenida Professor Francisco Morato, 1.796, no Butantã, zona oeste de São Paulo.

Rio de Janeiro deve contar também em breve com uma unidade do grupo. A empresa inaugurou oito unidades no ano passado e o investimento em modernizações - chegou a R$14 milhões.

A loja do Butantã será a oitava em São Paulo e a 19ª do grupo. Serão 800 metros de área e mais de 12 mil itens, além de um grande espaço para adoção de animais.

"O mercado pet no Brasil está em ascensão e estamos empenhados em nosso plano de expansão para consolidar a marca Pet Center Marginal no mercado brasileiro", destaca o diretor de marketing e novos negócios, Hélio Freddi Filho.

Drogas e miséria na região da Lapa

Nas últimas semanas, muito se tem falado da internação compulsória, promovida pelo Governo de São Paulo, visando o tratamento de dependentes químicos, especialmente viciados em crack e maconha – que não respondem mais por si - na região central de São Paulo, chamada Cracolândia, entre as estações ferroviárias da Luz e Júlio Prestes. 

A pergunta é, se o governador Geraldo Alckmin, também irá adotar a internação compulsória em outras áreas da cidade, que comportam uma grande população de drogados, como a Subprefeitura da Lapa.

As Cracolândias lapeanas estão especialmente ao redor do Viaduto da Lapa, de ambos lados, na região de Vila Leopoldina e no limite entre Barra Funda e Bom Retiro. O agravante é que os viciados moram nos locais que consomem os entorpecentes.

A Rua Dom Romeu Alberti, na Lapa de Baixo, que inclusive recebe uma feira livre todos os sábados, convive com “craqueiros” há anos. 

Muitos em busca de saciar o vício, assaltam com violência, escolhendo mulheres e idosos como suas principais vítimas. Os furtos ocorrem especialmente nos túneis subterrâneos e abaixo do viaduto.

Já na Vila Leopoldina, a pobreza é um grave problema social e se concentra especialmente nas vias que se localizam entre as avenidas Imperatriz Leopoldina e Doutor Gastão Vidigal. 

As ruas Froben, Nagel, Doutor Seidel e Nassib Mofarrej – contam com uma grande quantidade de mendigos e pessoas que perderam tudo na vida.

A Polícia Militar garante que faz operações diárias em todos os locais, porém, não pode prender o cidadão que está consumindo a droga, embora sejam os mesmos, que assaltam com violência e covardia a população. 

Já a Prefeitura de São Paulo – afirma que atende a população de rua, com programas sociais e até oferece serviço de albergue, mas quase sempre a ajuda é recusada.

Foto: Google Map

Bradesco lucra 3% a mais em 2012, somando R$11,381 bilhões

O Bradesco divulgou hoje o seu lucro no ano de 2.012, ocasião em que o banco cresceu menos se comparado a 2.011. 

O lucro obtido no ano passado foi de R$11,381 bilhões - rendendo a empresa - um acréscimo de 3%, contra 10% do ano retrasado.

No fim de 2.012, a carteira de crédito - expandiu-sem em 3,7%, devido especialmente a presença de grandes empresas. 

O índice de inadimplência, registrado no último trimestre do ano passado - foi de 4,1%.

Apresentação do setor de sucata de ferro em São Paulo

O Golden Tulip, na região da Avenida Paulista - sediou na manhã de ontem, o "Estudo Sobre o Setor de Sucata de Ferro e o Impacto da Adoção de Impostos Sobre a Exportação de Sucata Ferrosa no Brasil".

Gesner Oliveira, sócio da GO Associados e ex-presidente do Cade - apresentou a pauta, que é gerida pelo Instituto Nacional das Empresas de Sucata de Ferro e de Aço (INESFA).

Atualmente o Brasil conta com 5.475 empresas de comércio atacadista de resíduos e sucatas, sendo 63% desse volume no Sudeste do país.

Essa parte no Sudeste, corresponde a 45% de São Paulo e 11% de Minas Gerais, sendo a maior parte pequenas ou micro empresas.

"Hoje, as empresas atacadistas de sucata vendem o produto livremente no exterior", diz André de Almeida, advogado especialista em Direito Internacional e sócio do Almeida Advogados. 

"Se a exportação for taxada, esses pequenos empreendedores correm o risco de perder importantes mercados internacionais conquistados nos últimos anos e sofrer grandes prejuízos", afirma Almeida.

No longo prazo, segundo Almeida, os reflexos serão: redução do emprego, perda de eficiência da indústria e prejuízo ambiental.

"É necessária a formulação de políticas para fortalecer este setor. A criação de uma taxa para a exportação da sucata enfraquece este mercado e desestimula a reutilização deste insumo. É preciso desenvolver uma agenda positiva para alinhar a cadeia produtiva do aço com a vocação ambiental do Brasil", afirma Gesner Oliveira.

Acesse o estudo detalhado, no link http://www.sindinesfa.org.br/download/O_Mercado_Ferroso_Brasileiro.pdf. 

Golden Tulip, em São Paulo
Gesner Oliveira

Colorgin mostra linha feita para graffiti

A Colorgin, marca da tradicional Sherwin-Williams - presente no Brasil há mais de 60 anos, mostrou a imprensa e profissionais do setor - a nova linha Arte Urbana, ontem em São Paulo.

A marca que é líder nacional no segmento de tintas spray, aposta em 48 cores, em tons degradê com acabamento fosco.

Visando os profissionais, os novos produtos possuem uma válvula mais macia, além de bico anatômico - permitindo ao grafiteiro, um melhor controle da pressão, gerando traços precisos.

"A nova linha da Colorgin é muito boa. Gostei muito da válvula, do bico e da cobertura de tinta. Esse formato facilita o trabalho do grafiteiro", afirma Frank de Souza, profissional do Ceará.

A empresa e vários grafiteiros estarão participando até o próximo dia 24 de fevereiro - da II Bienal Internacional Graffiti  Fine Art, no Mube, em São Paulo. 

Lançamento da Colorgin, em São Paulo
Os profissionais no Mube

Bilhete Único mensal pode ser implantado no meio do ano

Em abril deve começar o cadastramento em usuários interessados em utilizar o Bilhete Único mensal, que deve entrar em funcionamento, no meio do ano - na cidade de São Paulo.

Uma das principais promessas do atual prefeito Fernando Haddad (PT), o Bilhete Único mensal foi feito para evitar fraudes, segundo o secretário municipal dos Transportes Jilmar Tatto.

O custo anual do novo sistema - deverá ficar entre R$400 milhões. De acordo com o prefeito, o usuário pagará ao mês R$140 e estudantes, metade do valor. O Bilhete Único mensal servirá para ônibus, trem e Metrô.

Grand Hyatt São Paulo proporciona noite luxuosa

O badalado Grand Hyatt de São Paulo, localizado na zona sul da cidade, até o próximo dia 31, estará com a promoção "Chegue para o jantar e fique até o café da manhã".

Os três restaurantes do hotel, estão participando dessa novidade. São eles: Eau French Grill, Kinu e Grand Caffè - que termina com a hospedagem em um belo apartamento.

Pela manhã, o casal é contemplado com um farto bufê de café da manhã. Os quartos do modelo Grand - possuem vista privilegiada de toda a região do Morumbi.

A promoção também reserva uma vaga no estacionamento. O pacote para o casal, custa R$555 e para reservar, basta telefonar no (11) 2838-3147 ou encaminhar um e-mail para ghsp.fb@hyatt.com. 

Serviço:
Avenida das Nações Unidas, 13.301, Morumbi, São Paulo, SP, Tel. (11) 2838-1234 - www.grand.hyatt.com

Foto: Divulgação

Hotel Transamérica de São Paulo faz promoção de verão

O tradicional Hotel Transamérica de São Paulo, está com um pacote imperdível para esse verão. Pernoites aos fins de semana, de sexta para sábado e sábado a domingo, custam R$495, com café da manhã incluso.

Com uma área verde 15 mil metros quadrados, o Transamérica paulistano, é o único empreendimento na cidade, considerado um resort urbano.

Campo de golfe, piscinas climatizadas, quadra de tênis, fitness center, sauna, pista de cooper e pacote de massagens - são alguns atrativos deste hotel para os hóspedes.

Na parte gastronômica, duas boas opções: o Anturius, trabalha com culinária brasileira - no sistema de bufê, e a la carte, a opção é o Verbena, com cardápio variado.

Serviço:
Avenida das Nações Unidas, 18.591, Santo Amaro, São Paulo, SP, Tel. (11) 5693-4050 - www.transamerica.com.br

Foto: Divulgação

Trebbiano Ristorante

No elegante L´Hotel Porto Bay São Paulo, na região da Avenida Paulista, o mezanino conta com o classudo Trebbiano Ristorante.

Trata-se de um dos melhores locais para se apreciar a boa cozinha mediterrânea, em um ambiente refinado, cortês e muito bem decorado.

Nhoque e a galinha de Angola com polenta são dois, dos vários pratos tradicionais que a casa oferece aos clientes comuns e hóspedes. Os pratos em média, custam entre R$40 e R$90.

A carta de vinhos é magnífica, com rótulos de vários países europeus. Aliás, logo na entrada do restaurante - duas "prateleiras" embutidas, mostram dois rótulos de champagnes famosos: Dom Pérignon e Veuve Clicquot.

O Trebbiano também oferece um menu especial para eventos fechados, confraternizações e reuniões - com direito a muitos pratos nobres.

Serviço:
Alameda Campinas, 266 (L´Hotel), Bela Vista, São Paulo, SP, Tel. (11) 2183-0500 - www.portobay.com/hotelArea.aspx?areaId=584

Nhoque
Galinha de Angola com polenta
Buffet divino
Bacalhau e lagosta

Diletto

Criado em 1.922, por Vittorio Scabin - trata-se de um sorvete com base, aroma e sabores - oriundos da Itália. Sucesso no Brasil, especialmente em São Paulo, nos últimos anos, a marca inaugurou sua primeira loja por aqui, no badalado Jardins.

Os picolés da Diletto tem como diferenciais, ter 80% menos gordura que os concorrentes e cada unidade possui entre 60 e 80 calorias.

Sem gordura trans, os sorvetes da empresa, são produzidos com açúcar de beterraba. A loja paulistana é ampla, com dois andares, sendo o piso superior, um espaço para eventos. 

Sanduíches, biscoitos finos, tortas, doces, cafés, chás e claro - sorvetes de massa e palito - podem ser saboreados pelos clientes. Hoje, a empresa está presente em mais de 3 mil estabelecimentos no país.

Serviço:
Alameda Lorena, 1.969, Jardins, São Paulo, SP, Tel. (11) 4371-4454 - www.gelatodiletto.com

Bola de limão siciliano

Walter Mancini IL Ristorante Cucina & Musica

É obrigação de toda coluna gastronômica, destacar a gastronomia da Rua Avanhandava, na região central de São Paulo.

Entre as várias casas do "Grupo Mancini" - merece referências o IL Ristorante Cucina & Musica - assinado por Walter Mancini. 

Diferentemente dos outros restaurantes da rua, que sempre estão com filas, o nobre IL, alia o melhor da alta gastronomia italiana, com boa música ao vivo, nacional e internacional.

Imponente, o ambiente chama a atenção com sua decoração sóbria, sua fachada extensa, toda envidraçada, seu belo bar, colunas de mármore e o piano de cauda.

Vale a pena saborear o papardelle (massa fresca), com azeite, alho, abobrinha, camarões, tomate fresco e manjericão.

Massas com molho de calabresa - também valem a visita. Em dias especiais, a casa serve feijoadas. Os pratos em média variam entre R$45 e R$100.

Serviço:
Rua Avanhandava, 126, Bela Vista, São Paulo, SP, Tel. (11) 3258-8510 - www.famigliamancini.com.br/WalterManciniRistorante/ilRistorante/tabid/153/Default.aspx

Massa fresca com calabresa 

Couromoda 2.013

Acontece esta semana, até o próximo dia 17, a edição de número 40 da Couromoda, no Anhembi, zona norte de São Paulo.

Trata-se da maior feira do setor de couros do Brasil, que contou com a participação dos governadores Geraldo Alckmin (São Paulo) e Marconi Perillo (Goiás), além do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad - na última segunda-feira (14).

Mais de 1 mil expositores estão expondo seus produtos no evento, que deve receber mais de 85 mil visitantes, em uma área de quase 90 mil metros quadrados.

Converse, Ecko, Vogue, Le Coq Sportif, Kappa, UFC, Democrata, Fasolo, Cintos América, Everlast, Ortopé, Alpargatas e Mariner - são alguns dos stands participantes desta edição.

Couromoda 40 anos
Cerimônia de abertura
Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB)
Governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB)
Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT)
Linhas variadas