Dentista do Seconci-SP revela sobre a sensibilidade dos dentes

O dentista do Seconci-SP (Serviço Social da Construção), Fernando Brisolla, garante que de acordo com estudos de profissionais do setor odontológico, 57% da população adulta no Brasil, sofre com certos alimentos quando ingeridos, incluindo bebidas.

Trata-se da hipersensibilidade dentinária, sentido muitas vezes ao se ingerir líquidos, alimentos quentes, gelados, doces ou ácidos. Isso acontece, devido o desgaste que o esmalte que protege os dentes sofre - ou ainda quando existe um recuo da gengiva. 

"A escovação dos dentes com muita força ou o uso de escovas com cerdas duras podem causar a retração gengival e, como a raiz do dente não está protegida pelo esmalte, os canalículos que levam o feixe nervoso da polpa (no centro do dente) até a superfície ficam expostos e acarretam a dor. Além disso, o consumo de bebidas ácidas, como refrigerantes, a realização incorreta de clareamentos e o bruxismo (quando a pessoa aperta ou range os dentes) são outros fatores que também contribuem para a erosão do esmalte e exposição da dentina", ressalta o especialista. 

"Existem trabalhadores que fazem um intervalo muito grande entre as refeições e isso pode ser muito prejudicial para o estômago, causando refluxo, o que provoca halitose e deixa a cavidade bucal mais ácida", explica Brisolla.

"Atualmente, no Seconci-SP, contamos com uma equipe multidisciplinar composta por médicos, dentistas e nutricionista e, quando o trabalhador nos procura, efetuamos uma avaliação completa, estudando a solução mais eficaz e, se for o caso, encaminhando para outras especialidades", comenta o dentista.

Saiba mais desse serviço pelo telefone (11) 3664-5844 ou pelo e-mail relacoesempresariais@seconci-sp.org.br.

Comentários