Copa Libertadores da América começará com a fase de grupos

E após várias seletivas, finalmente a fase de grupos da Copa Libertadores da América, uma das principais competições de futebol do mundo, está definido.

O Grupo 1 é extremamente forte com a presença do atual campeão do torneio, o Atlético Nacional (Colômbia), o Estudiantes (Argentina), o Barcelona (Equador) e o brasileiro Botafogo. Tem altitude, raça argentina, talento colombiano e força brasileira. A primeira vaga deve ser do Atlético Nacional e a segunda será bravamente duelada pelas equipes do Brasil e Argentina. Passam o Atlético Nacional e o Botafogo.

Já o Grupo 2, conta com o The Strongest (Bolívia), Sporting Cristal (Peru), Independiente Santa Fé (Colômbia) e Santos (Brasil). Na teoria o Santos é favorito a ser o primeiro do grupo, mas o Independiente Santa Fé merece respeito e jogar contra as equipes da Bolívia e do Peru em suas respectivas "casas" é um pouco complicado. Devem passar o Santos e a equipe colombiana. 

No Grupo 3, Emelec (Eqiador), Independiente Medellín (Colômbia), Melgar (Peru) e River Plate (Argentina), irão duelar por duas vagas. Pela tradição, o River Plate pode ser o primeiro e a outra vaga deve ficar com o Independiente Medellín, mas o Emelec pode surpreender também.

No Grupo 4, há dois brasileiros: Flamengo e Atlético Paranaense, San Lorenzo (Argentina) e Universidad Católica (Chile). É um dos mais fortes da Libertadores e todas as equipes possuem chance de passar. Meu palpite é que o Atlético Paraense se classifica em primeiro e a outra vaga fica com a equipe argentina. 

Já o Grupo 5 terá o Palmeiras (Brasil), Peñarol (Uruguai), Atlético Tucumán (Argentina) e Jorge Wilstermann (Bolívia). Palmeiras deve ficar em primeiro lugar, mas a tradição do Peñarol merece respeito e o Tucumán é uma novidade, porém com grife argentina. A equipe boliviana ficará na última posição.

O Grupo 6 terá Atlético Mineiro (Brasil), Godoy Cruz (Argentina), Libertad (Paraguai) e Sport Boys (Peru). A equipe brasileira ficará na primeira posição e o Libertad, que é tradicional, será o segundo colocado. As outras duas não possuem chance contra ambos. 

Chapecoense (Brasil), Lanús (Argentina), Nacional (Uruguai) e Zulia (Venezuela) formam o Grupo 7. A Chapecoense é muito aguardada, especialmente por causa da tragédia ocorrida no fim do ano passado e pela renovação que o time vem enfrentando. Vou torcer muito para a equipe de Santa Catarina se classificar, mas será complicado pois o Nacional é muito tradicional e o Lanús merece respeito. 

E para finalizar, o Grupo 8, com Grêmio (Brasil), Guarani (Paraguai), Zamora (Venezuela) e Deportes Iquique (Chile). As duas vagas serão do Grêmio e do Guarani, pois os outros não possuem chance de se classificar. 

Comentários