Câmara Árabe-Brasileira atenta com a Carne Fraca

A Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, que há 65 anos, liga o Brasil e os 22 países da Liga dos Estados Árabes, através da importação e exportação, se posicionou sobre a operação da Polícia Federal brasileira, revelada na última sexta-feira (17), envolvendo inúmeros frigoríficos de variados tamanhos e batizada da Carne Fraca.

"Estamos comprometidos com a transparência e empenhados na busca dos esclarecimentos, para que todos os interessados na manutenção do relacionamento comercial entre o Brasil e os Países Árabes, especificamente no que diz respeito à exportação de carnes e seus derivados, estejam informados sobre o desenrolar dos acontecimentos", declarou o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun.

Nos dois primeiros meses de 2.017, as vendas de itens nacionais para o mercado árabe, foi de US$1,8 bilhão, sendo US$574 milhões das exportações oriundas de carnes e seus derivados. 

Típico corte bovino de churrascaria (Foto: Renato Galvão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário