Prêmio Fundação Bunge 2.016

Na última quarta-feira (23), o suntuoso Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado de São Paulo, no Morumbi, foi palco do nobre e importante Prêmio Fundação Bunge, que chegou a 61 edições, desde 1.955.

O evento contou com a participação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do presidente da Bunge Brasil, Raul Padilla e do presidente da Fundação Bunge, Carlo Lovatelli.

Hugo Miguel Varela Repolho, Sebastião de Campos Valadares Filho, Felipe do Nascimento Vieira e José  Vicente Caixeta Filho, foram os homenageados nos setores de Ciências Agrárias e Ciências Exatas e Tecnológicas.

Com o tema "Nutrição e Alimentação Animal, na categoria Vida e Obra, em Ciências Agrárias, o grande vencedor foi Sebastião de Campos Valadares Filho, professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV) - devido seu belo trabalho envolvendo a melhor nutrição do gado, com a meta da diminuição do tempo de abate. Já pela categoria Juventude, o destaque foi o pesquisador Felipe do Nascimento Vieira, professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), pelo seu trabalho envolvendo a dieta de crustáceos (camarões), voltado para a economia sustentável, além da preservação do habitat.

No campo de Ciências Exatas e Tecnológicas, com a temática "Infraestrutura de Transportes", José Vicente Caixeta Filho, professor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (ESALQ-USP), foi o homenageado da categoria Vida e Obra, devido as pesquisas estudadas e desenvolvidas visando temas como a logística agroindustrial, especialmente com atuação em transporte, armazenamento e pesquisa operacional. Já o quarto vencedor da noite, e pela categoria Juventude, Hugo Miguel Varela Repolho, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), se destacou com seus projetos de pesquisa em métodos de apoio ao planejamento estratégico e tático de infraestruturas de transportes, com destaque em redes de alta velocidade ferroviária, autoestradas e aeroportos. 

Os vencedores ganharam R$150 mil, além da tradicional medalha de ouro (categoria Vida e Obra), e R$60 mil e medalha de prata (categoria Juventude).

Após a premiação, os convidados puderam conferir o belíssimo show do cantor e compositor Almir Sater, que canta o Brasil rural. 

Um dos mais tradicionais prêmios do Brasil e do mundo, o Fundação Bunge existe para incentivar o conhecimento científico e as artes, estimulando o estudo, a análise e os novos talentos, além das atuações benéficas para toda a população. 

Ao todo, mais de 180 personalidades já foram agraciadas com a premiação, entre eles, nomes como Jorge Amado, Oscar Niemeyer, Ruth Rocha, Carlos Chagas Filho, Adriana Lisboa e Fernando Abrucio. Conheça mais desse universo no site www.fundacaobunge.org.br

Palácio dos Bandeirantes, palco habitual do Prêmio Fundação Bunge (Fotos: Renato Galvão)
Mais um belíssimo Fundação Bunge
Presidente da Bunge Brasil, Raul Padilla
Presidente da Fundação Bunge, Carlo Lovatelli
Hugo Miguel Varela Repolho sendo homenageado
José Vicente Caixeta Filho também homenageado
Felipe do Nascimento Vieira, um dos ganhadores da noite
Sebastião de Campos Valadares Filho, também foi homenageado
Carlo Lovatelli, Raul Padilla, Hugo Miguel Varela Repolho, Sebastião de Campos Valadares Filho, Felipe do Nascimento Vieira, José Vicente Caixeta Filho e Geraldo Alckmin (Foto: Divulgação)
O show de Almir Sater
Prêmio Fundação Bunge é perfeito em todos os aspectos

Comentários

Postar um comentário